O teólogo e escritor Leonardo Boff participa, na próxima sexta-feira (7), às 14h30, no Plenarinho IV da Assembleia Legislativa, de audiência pública da Comissão de Direitos Humanos com o tema “Democracia e participação popular e suas implicações para os direitos humanos”. O requerimento para a realização do debate é de autoria do vice-presidente da Comissão e líder do governo, deputado Durval Ângelo (PT).
Após a audiência pública, Leonardo Boff estará presente, às 18h, no lançamento da Frente Mineira pelo Brasil, formada por movimentos sociais, sindicatos e partidos políticos. O evento será na sede do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (CREA-MG), à Av. Álvares Cabral, 1.600, Bairro Santo Agostinho.
Breve biografia
Leonardo Boff é doutor em Filosofia e Teologia. Ordenou-se frade franciscano e participou das reflexões que deram origem à Teologia da Libertação. Defensor dos Direitos Humanos, ajudou a formular uma nova perspectiva da causa, a partir da América Latina, com “Direitos à vida e aos meios de mantê-la com dignidade”. Em 1984, em razão de suas teses ligadas à Teologia da Libertação, apresentadas no livro “Igreja: Carisma e Poder”, foi submetido a um processo pela Sagrada Congregação para a Defesa da Fé, ex Santo Ofício, no Vaticano. Em 1985, foi condenado a um ano de “silêncio obsequioso” e deposto de todas as suas funções editoriais e de magistério no campo religioso. Em função da pressão mundial sobre o Vaticano, a pena foi suspensa em 1986, e ele pôde retomar algumas de suas atividades.
Em 1992, sendo de novo ameaçado com uma segunda punição pelas autoridades de Roma, Leonardo Boff renunciou às suas atividades de padre e se autopromoveu ao estado leigo. Atua, hoje, como teólogo da libertação, escritor, professor e conferencista no Brasil e no exterior e assessor de movimentos sociais de cunho popular libertador, como o Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra e as Comunidades Eclesiais de Base (CEB’s), entre outros. É autor de mais de 60 livros nas áreas de Teologia, Ecologia, Espiritualidade, Filosofia, Antropologia e Mística. A maioria de sua obra está traduzida nos principais idiomas modernos.

Serviço:
Audiência pública da CDH com a presença de Leonardo Boff
Data: 7/8/2015 – Sexta-feira
Local: Plenarinho IV da Assembleia Legislativa
Horário: 14h30