A próxima segunda-feira (19) será marcada pelo Dia Nacional de Luta contra a reforma da previdência. Em todo o País, movimentos sociais, sindicatos e representantes da sociedade civil organizam atos e paralisações para a data. Em Belo Horizonte, haverá uma atividade conjunta, às 16h, na Praça Sete.

Se aprovada, a reforma acaba com a aposentadoria de milhões de brasileiros que terão dificuldades para cumprir as novas regras que Temer quer impor. Depois de várias tentativas frustradas, a nova proposta do governo, que prevê aumento da idade mínima de concessão da aposentadoria para 62 anos, no caso das mulheres, e 65 anos para os homens, deve ser votada no dia 19, 20 ou 21 de fevereiro na Câmara dos Deputados, se a base aliada garantir os 308 votos necessários para aprovar a Proposta de Emenda Constitucional.